ÚLTIMAS POSTAGENS

meus filmes preferidos

São Paulo, SP, Brasil
Eu definitivamente não sou uma pessoa do cinema. No passado já cheguei a me sentir mal por isso várias vezes -quando as pessoas me perguntavam se eu já tinha assistido tal filme x super famoso que eu nunca tinha ouvido falar- mas hoje já não me importo mais. Preciso estar minimamente inspirada e paciente pra conseguir entrar no mood de ver filmes, e nesses momentos geralmente acabo recorrendo à histórias que sei que amo por puro apego. Sou o tipo de pessoa que ama rever Harry Potter pra se sentir melhor nos momentos de bad, e que também adora histórias de super-heróis (que são vistas no cinema eventualmente) e sagas clichêsSim, cinéfilos, podem ficar horrorizados. HAHA. Apesar disso tudo tô sempre anotando indicações de histórias que me despertam o interesse, aí vez ou outra me desafio a assistir coisas novas para diminuir minha lista infinita de títulos pendentes.

Nem lembro quando a Cín falou sobre "A Vida Secreta de Walter Mitty" pra mim, mas já faz alguns anos. Desde que assisti pela primeira vez, me apaixonei pela história e acho que nesse meio tempo já revi esse filme mais de 5x (e já estou pronta para fazer isso novamente)A Vida Secreta de Walter Mitty é um filme leve, cheio de detalhes em suas cenas super bem feitas e com uma fotografia impressionante. Além de me inspirar demais com a história (protagonista sonhador que vive perdido nos próprios pensamentos) cada vez que revejo percebo um detalhe que passou despercebido anteriormente. Se você curte fotografia, viagem e gosta de filmes leves para te inspirar em dias difíceis, pode ir fundo. E como se tudo isso não fosse o suficiente, a trilha sonora dele também é perfeita. Se ainda não conhece a história clica aqui pra ver o trailer :)

Sinopse: Walter Mitty (Ben Stiller) é o responsável pelo departamento de arquivo e revelação de fotografias da tradicional revista Life. Ele é um homem tímido, levando uma vida simples, perdido em seus sonhos. Ao receber um pacote com negativos do importante fotógrafo Sean O'Connell (Sean Penn), ele percebe que está faltando uma foto. O problema é que trata-se justamente da foto escolhida para ser a capa da última edição da revista. É quando, Walter, com o apoio de Cheryl (Kristen Wiig) é obrigado a embarcar em uma verdadeira aventura. 

“To see the world, things dangerous to come to,
to see behind walls, draw closer,
to find each other, and to feel.
That is the purpose of life.”


Minha segunda (e última) escolha para compartilhar aqui é Frances Ha. Acho que assisti esse filme pela primeira vez em 2014 e é uma história que sempre recorro nos momentos mais complicados da vida (semana passada mesmo o assisti novamente, haha). Diferente da história do Walter Mitty, Frances Ha não exibe mudanças enormes de vida e nem paisagens exuberantes, mas conta com uma fotografia tão bonita quanto. Se trata de uma jovem adulta (super atrapalhada) tentando vencer os problemas do cotidiano, com um toque muito bom de humor e cenas delicadas em preto & branco que fazem toda a diferença. Frances é uma bailarina não lá muito talentosa que tenta persistir na profissão, mesmo com todos os perrengues que envolvem ser uma artista sem dinheiro em Nova York. Além de ser um comfort movie que me faz repensar a vida de uma forma mais otimista, e não apenas esquecer dos problemas com HP faz, esse filme também fez com que eu me apaixonasse pela Greta Gerwig maravilhosa. Tá disponível na dona Netflix (por enquanto né) e aqui tem o trailer para quem se interessou :)

Sinopse: Frances (Greta Gerwig) divide um apartamento em Nova York com Sophie (Mickey Sumner), sua melhor amiga. Brincalhona e com ar de quem não deseja crescer, ela recusa o convite do namorado para que more com ele justamente para não deixar Sophie sozinha. Entretanto, a amiga não toma a mesma atitude quando surge a oportunidade de se mudar para um apartamento melhor localizado, mesmo que isto signifique que ela e Frances passem a morar em locais diferentes. A partir de então tem início a peregrinação de Frances em busca de um novo lugar que se adeque às suas finanças, já que ela é apenas aluna em uma companhia de dança. Mesmo diante das dificuldades, Frances tenta manter o alto astral diante os problemas que a vida adulta traz.
I like things that look like mistakes.


Por hoje é isso.

A postagem semanal do 52 weeks saiu um pouquinho atrasada dessa vez, mas espero que tenham gostado do post e das indicações. Como disse anteriormente, não sou de ver muitos filmes, mas amo me identificar com histórias, e essas acabo levando para a vida. Deixem aí nos comentários os seus filmes preferidos (da vida ou do momento) pra eu conhecer também :)

Beijos,
K.

Form for Contact Page (Do not remove)